Terça, 18 de Junho de 2024
29°

Tempo limpo

Teresina, PI

Saúde Saúde da mulher

Sergipe tem Centro de Referência voltado para a saúde da mulher

O serviço fornece consultas e exames diagnósticos junto a uma equipe multidisciplinar para uma assistência qualificada

08/03/2024 às 11h40
Por: Redação Fonte: Governo de Sergipe.
Compartilhe:
Sergipe tem Centro de Referência voltado para a saúde da mulher

 

No Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caism) todos os meses são voltados para o cuidado, atenção e saúde da mulher. O serviço fornece consultas com uma equipe multidisciplinar, acompanhamento do pré-natal de alto risco e exames diagnósticos que têm o objetivo de cuidar das mulheres por meio de uma assistência especializada.

 

A dona de casa Marta Maria Sousa, tem 48 anos e é uma das pacientes do Caism. Ela foi até a unidade para realizar seu primeiro exame de mamografia e contou que havia relaxado com a saúde, mas que prometeu que iria voltar a se cuidar. “Ficava postergando me cuidar, mas decidi fazer meu exame de mamografia como forma de prevenção do câncer de mama e sei que é muito importante cuidar da nossa saúde e, principalmente, prevenir doenças. Por isso, decidi fazer a minha parte e cuidar de mim”, relatou.

 

Quem também não perdeu tempo para se cuidar foi a marisqueira Vanessa Alves. Ela tem 41 anos e foi fazer sua fisioterapia pélvica no Caism. De acordo com Vanessa, o serviço foi uma indicação da ginecologista a fim de se evitar a realização da cirurgia perineal para a suspensão de bexiga. “Preciso fazer toda essa correção com a minha bexiga e a minha ginecologista me encaminhou para a equipe de fisioterapia pélvica do Caism. Além da equipe ser super cuidadosa, a prática já vem rendendo muitos benefícios como o conhecimento da minha região íntima e higiene correta. Para mim, como mulher, é muito importante conhecer o meu corpo e cuidar da minha saúde”, destacou a marisqueira.

 

Outro papel importante do Centro de Referência da Mulher é o acompanhamento às gestantes de alto risco. A dona de casa Jeilsa de Oliveira tem 35 anos e já passou por diversos serviços do Caism, mas hoje tem acompanhado sua filha, que é gestante de alto risco. “Sou uma mulher hipertensa e fui assistida pelo Caism, onde tive também um acompanhamento psicológico. A minha filha é uma gestante de alto risco, pois a bebê dela tem hidrocefalia especial e está sendo cuidada e recebendo todo o apoio dos médicos. Mas, o mais importante é a gente se cuidar e procurar uma ajuda profissional durante toda a gestação para evitar diversas doenças e, claro, receber essa assistência que minha filha precisou nesse momento do diagnóstico da neném”, disse. 

 

Assistência qualificada

 

O serviço disponibilizado pela unidade fornece uma equipe multidisciplinar composta por médicos obstetras, endocrinologista, cardiologista, nutricionista, psicólogo, enfermeiro obstetra e assistente social para fazer um acompanhamento qualificado e direcionado à mulher. 

 

De acordo com a gerente assistencial do Caism, Zaira Freitas, o centro também é referência na inserção do Dispositivo Intrauterino (DIU). “Atendemos uma média de cinco a sete mil mulheres no mês. Nossos atendimentos giram em torno do câncer de colo de útero, câncer de mama, assistência ao pré-natal de alto risco para a prevenção da mortalidade materna por doença prevenível”, destacou a gerente. 

 

Exames diagnósticos

 

Os exames diagnósticos têm o intuito de comprovar ou afastar a possibilidade de câncer de mama. São exames fornecidos: Punção Aspirativa por Agulha Fina (PAAF), Punção Aspirativa por Agulha Grossa (PAAG) ou a biópsia de mama (Core biopsy), feita pela ultrassonografia, onde é realizado um acompanhamento por mastologistas. Além disso, a unidade também é voltada para o diagnóstico do câncer de colo de útero, de vulva, vagina e ânus. 

 

A mulher também pode contar com o serviço de Patologia do Trato Genital Inferior (PTGI). “Temos 12 ginecologistas que fazem toda a parte de biópsia, de colo de útero, biópsia de vulva e vagina, colposcopia, cauterização química e elétrica e a retirada de lesões causadas pelo HPV, que foram identificadas na Atenção Básica e que necessitam de exames específicos e acompanhamento especializado”, contou Zaira. 

 

Fisioterapia pélvica

 

O Centro de Referência ainda conta com o ‘Projeto Florescer’ que tem seu funcionamento voltado para a fisioterapia pélvica. O serviço tem o intuito de viabilizar a melhoria das mulheres que possuem episódios de incontinência urinária, bexiga neurogênica, ressecamento vaginal, endometriose e dor na relação sexual. 

 

Segundo a enfermeira obstetra da fisioterapia pélvica do Caism, Maria Aparecida de Lima, o intuito do trabalho é que a mulher conheça o corpo e faça a higiene íntima de forma correta. “A falta de conhecimento faz com que a pessoa tenha infecção urinária recorrente e por isso realizamos a anamnese para conhecê-la no primeiro atendimento. Além disso, a fisioterapia pélvica é responsável por promover o fortalecimento do assoalho pélvico, proporcionando não só a compreensão do corpo da mulher, como também o empoderamento que ela necessita”, salientou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários