Terça, 18 de Junho de 2024
29°

Tempo limpo

Teresina, PI

Sergipe em Destaque Noticias

'Prato do Povo' avança e contempla população de mais cinco municípios

O programa estadual consolida política pública de segurança alimentar e nutricional e já atende a sete municípios sergipanos

21/02/2024 às 10h48
Por: Redação Fonte: Agência Sergipe Noticias
Compartilhe:
'Prato do Povo' avança e contempla população de mais cinco municípios

Mais cinco municípios sergipanos receberam o programa Prato do Povo nesta terça-feira, 20. Desta vez, moradores de Feira Nova, Itabi, Santa Rosa de Lima, Siriri e General Maynard, devidamente inscritos no Cadastro Único (CadÚnico), receberão cerca de 200 refeições diariamente, de segunda a sexta-feira. As refeições prontas entregues contêm uma proteína, dois acompanhamentos, uma guarnição, salada, além de suco e sobremesa. 

Iniciado em Cumbe e Macambira, o Prato do Povo é um programa de segurança alimentar do Governo do Estado que tem a intenção atender 21 municípios nesta primeira etapa. Para a secretária de Estado da Assistência Social, Inclusão e Cidadania de Sergipe, Érica Mitidieri, esse é um programa pensado para atender a população mais vulnerável do estado.

“Graças ao Prato do Povo, podemos levar segurança alimentar e nutricional para os sergipanos. Foram várias etapas concluídas anteriormente, todo um esforço feito até chegarmos a esta fase, de fato, da execução do programa, que contempla aqueles que mais precisam em Sergipe e ainda favorece a economia em cada região beneficiada”, informou.  

Prato do Povo

De iniciativa e coordenado pela equipe da Secretaria de Estado da Assistência Social, Inclusão e Cidadania (Seasic), até chegar à fase final de execução, o Prato do Povo passou por algumas etapas, entre elas o mapeamento dos 21 municípios de até dez mil habitantes, para em seguida o programa se tornar lei (Lei Estadual 9.228/2023).

Depois dessa etapa, foi iniciada a fase de licitação para a contratação das empresas fornecedoras, que, após instaladas, foram vistoriadas pela equipe da Seasic. Por meio de convênio com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), o Estado garantiu mais de R$ 22 milhões em recursos para a manutenção do programa.

Nos seus 16 primeiros meses, o programa estadual deve servir diariamente 4.200 refeições. Assim, com mais essa fase, o Estado consolida sua política pública de segurança alimentar e nutricional. Até o momento, com os sete municípios beneficiados, serão 4.039 refeições entregue por mês. 

De acordo com a secretária municipal de Assistência Social de Feira Nova, Rejane Lima, essa iniciativa do Governo do Estado em parceria com os municípios sergipanos auxilia as pessoas mais carentes e vulneráveis. “Esse programa veio fortalecer também a questão nutricional, que é um grande problema, principalmente entre as crianças. Hoje foi um grande passo, porque demos início a esse programa no nosso município”, comemorou. 

A chegada do Prato do Povo é um acalanto para a vida da cuidadora de idosos Graciene Novaes, que mora em Feira Nova. Ela tem três filhos e se separou recentemente. “Essa refeição para mim e meus filhos ameniza nossa situação. Essa quentinha chegou em boa hora, pois, para muitas famílias daqui, será a única refeição do dia”, constatou. Sobre o fato de os alimentos utilizados na produção da refeição serem provenientes da agricultura familiar, Graciene considerou que todos saem ganhando nesse processo. 

Também natural de Feira Nova, a dona de casa Adalgiza dos Santos disse que para as famílias que não têm condições, toda ajuda é bem-vinda. “Para mim, será um suporte muito bom. É a garantia que vamos comer no dia”, revelou. 

A realidade da população do município de Itabi não é diferente, e a secretária de Assistência Social do município, Nadja Porto, afirmou que as refeições diárias irão atender o público mais vulnerável. “Itabi é um município pequeno e carente, estava mesmo precisando desse olhar mais cuidadoso”, pontuou.   

O itabiense José Roberto Júnior não está trabalhando no momento e sempre precisa de ajuda para poder se alimentar diariamente. Ao saber da iniciativa da Seasic, comemorou. “Agora, todos os dias, já tenho destino certo para poder garantir meu almoço. Aqui, em Itabi, a maioria precisa muito”, disse.

Grávida e já perto de ter sua bebê, Adrielle Aragão foi até a sede do Prato do Povo em Itabi para pegar a sua refeição. “Lá em casa, só meu marido trabalha, e essa refeição já alivia bastante a situação em casa”, ressaltou. 

Municípios  

Além de outros critérios, para ser contemplado, o município deve seguir algumas condições, entre elas, a necessidade de 20% dos alimentos adquiridos virem dos fornecedores da agricultura familiar. Além disso, a empresa responsável pelo preparo das refeições precisa se instalar no município beneficiado; o município também deve estar com o Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional ativo e disponibilizar equipe técnica, que será responsável pela vistoria do restaurante que servirá as quentinhas.

Para receber o benefício, o usuário precisa apresentar documento com foto e CPF para validação de dados junto ao CadÚnico e, assim, fazer a sua retirada diária, de segunda a sexta-feira. 

A primeira etapa do Prato do Povo tem a previsão de atender 21 municípios, entre eles: Cumbe, Gracho Cardoso, Canhoba, Pedrinhas, Santana do São Francisco, Muribeca, Ilha das Flores, Feira Nova, Pedra Mole, Arauá, Macambira, São Miguel do Aleixo, General Maynard, Pinhão, Telha, Siriri, São Francisco, Santa Rosa de Lima, Itabi, Malhada dos Bois e Nossa Senhora Aparecida.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários