Terça, 18 de Junho de 2024
29°

Tempo limpo

Teresina, PI

Sergipe em Destaque Saúde

Ipesaúde ressalta importância de manter os rins saudáveis

14 de março é celebrado Dia Mundial do Rim

14/03/2024 às 15h53
Por: Redação Fonte: Agência Sergipe
Compartilhe:
Ipesaúde ressalta importância de manter os rins saudáveis

Nesta quinta-feira, 14, é celebrado o Dia Mundial do Rim, uma ocasião dedicada a disseminar informações sobre as doenças renais, com ênfase na prevenção, diagnóstico precoce e tratamento adequado. Os rins desempenham um papel crucial no sistema urinário, responsáveis por filtrar impurezas e toxinas, regular o equilíbrio de água e minerais, controlar a pressão arterial e ativar a vitamina D para a saúde óssea.

Segundo o nefrologista do Ipesaúde, Elton Estumano, os rins são essenciais para a saúde humana, realizando a filtragem das impurezas da dieta e mantendo a homeostase do organismo. Ele destaca que cuidados regulares são essenciais para manter a saúde renal. Mesmo na ausência de sintomas, uma consulta anual e exames básicos são importantes para identificar precocemente qualquer problema renal.

Estumano alerta para a crescente incidência de doenças renais devido à prevalência do diabetes, hipertensão e obesidade. Estima-se que, globalmente, 850 milhões de pessoas tenham doenças renais, com mais de dez milhões no Brasil. Embora não tenham cura, essas doenças podem ser prevenidas. O controle adequado da pressão arterial e da glicemia reduz significativamente o risco de doença renal no futuro. “Mesmo quem já tem a hipertensão, o diabetes e a obesidade desenvolvidas, cuidando bem, acompanhando, deixando o mais normal possível a pressão arterial e a glicemia, o paciente vai ter uma incidência bem menor de doença renal no futuro”, alerta.

Para o nefrologista, a adoção de uma dieta saudável é uma forma de cuidar dos rins, além também da manutenção da ingestão de líquidos, porque vai diminuir a incidência de patologias como pedras no rim e cálculo renal. “A hidratação diminui o índice de cálculo renal, melhora a circulação sanguínea, reduzindo a possibilidade de desidratação, contribuindo para a maior proteção dos rins ao longo da vida”, diz.

Outra recomendação importante feita pelo especialista foi a da realização de atividade física regular. “A atividade física é boa para os rins e para o organismo como um todo. A escolha da atividade vai depender do gosto do paciente, daquela que mais se adequa àquilo que cada um gosta de fazer, o importante é que ela seja prazerosa”, salienta.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários